fechar

Saiba qual o procedimento para solicitar 2ª via em caso de perda ou furto da placa do seu veículo

Em épocas de chuvas fortes e temporais, principalmente nas grandes cidades, onde os carros ficam estacionados nas ruas, a chance de ter a placa levada pelas enchentes é grande, e com isso vem a preocupação para solicitar um novo emplacamento. Saiba qual o procedimento para solicitar 2ª via em caso de perda ou furto da placa do seu veículo.

Desde 31 de janeiro de 2020, passou a ser obrigatório uso da placa Mercosul em todo o Brasil, e com isso, os motoristas que precisarem de novo emplacamento terão que mudar para o novo padrão. A alteração ocorrerá nos casos:

  • Para veículos novos, no primeiro emplacamento;
  • Para veículos que forem transferidos de município ou Estado;
  • Ou ainda em caso de furto ou dano muito extenso à placa, que dificulte a leitura.

A 2ª via de placa de veículo pode ser solicitada nos casos de furto, roubo, perda ou dano, devendo o veículo estar devidamente licenciado. A emissão de uma nova placa deverá ser de acordo com as Placas de Identificação Veicular – PIV, no modelo Mercosul. Será feita uma nova via do documento do veículo (CRV) mediante o pagamento da respectiva taxa e a realização de vistoria de identificação veicular.

Documentos necessários para pedir a 2ª via da placa veicular

  • Documento de identificação pessoal – original e cópia simples
  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) – original e cópia simples
  • Comprovante de Pagamento – original e cópia simples.
  • Solicitação de 2ª via de placa – original, clique aqui para imprimir.
  • Laudo de vistoria de identificação veicular – original
  • Outros documentos adicionais serão solicitados em casos específicos

Caso o veículo possua débitos como IPVA, multas, DPVAT, os mesmos deverão ser quitados, além de ser necessário uma vistoria em uma Empresa Credenciada de Vistoria (ECV). A vistoria deve ser feita em ECV de qualquer município do Estado, pois sua validade é estadual.

Taxas recolhidas pelo Detran

As taxas para pagamento ao Detran são referentes a:

  • Taxa referente à emissão de nova via do CRV: Caso o licenciamento do ano em curso não tenha sido realizado: R$ 306,47. Caso o licenciamento do ano em curso tenha sido realizado: R$ 212,60

Taxas recolhidas pela empresa credenciada

  • Laudo de vistoria: consulte uma Empresa Credenciada de Vistoria (ECV) e pague o laudo à própria empresa.
  • Placas de Identificação Veicular – PIV (padrão Mercosul): consulte uma empresa estampadora de placas e pague o serviço à própria empresa.

O pagamento da taxa de serviço de emplacamento é feito diretamente para a empresa estampadora de placas credenciadas pelo Detran. E para saber a lista de empresas credenciadas, o proprietário poderá acessar o site do Detran e localizar a mais próxima.

Tags : DETRANPlaca MercosulPlacas de Trânsito

Deixe seu Comentário