fechar

Entenda o que é e para que serve o Seguro DPVAT

Seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) foi instituído em 1974 e tem como objetivo amparar as vítimas (motorista, passageiro ou pedestre) de acidentes de trânsito independente de quem seja a culpa em todo o território brasileiro. Entenda o que é e para que e para que serve o Seguro DPVAT.

O DPVAT é um seguro obrigatório que deve ser pago juntamente com o IPVA se o seguro não for pago o veículo não é considerado como licenciado. Para dar entrada no seguro DPVAT não é preciso contratar terceiros. O procedimento é gratuito e você tem direito ao valor integral da indenização. Para tanto, basta consultar a lista de documentos e entregar num ponto de atendimento DPVAT ou em uma agência dos Correios.

A obrigatoriedade do seguro é mantida pela Lei n°11.482/07, para que as vítimas de acidente de trânsito sejam amparadas em todo território nacional.

É através do Seguro DPVAT que são pagas as indenizações em caso de acidente de trânsito que resulte em morte ou invalidez permanente e o reembolso de despesas médicas e hospitalares devidamente comprovadas.

Coberturas do Seguro DPVAT:

  • Morte: indenização de 13.500 reais, pagos aos beneficiários da vítima.
  • Invalidez permanente: indenização de até 13.500 reais para vítimas que, depois de terminado o tratamento médico, seja considerado inválido em caráter definitivo. O valor da indenização depende do grau de invalidez.
  • Despesas médicas e hospitalares comprovadas: reembolso de até 2.700 reais.
  • O que o DPVAT não cobre

O Seguro DPVAT não cobre:

  • Danos materiais ou acidentes ocorridos fora do território nacional. Para acidentes provocados por condutores de carros brasileiros nos países do MERCOSUL, por exemplo, é obrigatório contratar um seguro similar, o Carta Verde.
  • Despesas jurídicas e multas que recaem sobre o proprietário do veículo ou condutor que tenha provocado o acidente também não são cobertas pelo DPVAT.

Como solicitar indenização:

Para dar entrada no Seguro DPVAT é preciso comparecer a um dos pontos de atendimento autorizados com a documentação em mãos.

O pedido deve ser feito pela própria vítima, beneficiário ou representante legal. Terceiros só poderão dar entrada no Seguro DPVAT se tiverem uma procuração específica para isso.

São considerados beneficiários o cônjuge não separado judicialmente, os herdeiros na ordem de vocação hereditária e as pessoas que provarem que a morte do segurado as privou dos meios necessários à subsistência

O prazo para solicitar a indenização por morte ou reembolso de despesas médicas e hospitalares é de três anos a contar da data do acidente.

No caso da indenização por invalidez permanente, este prazo é de três anos a contar da ciência da invalidez permanente pela vítima.

Duvidas acesse nosso site – clubedetran.com.br

Gostou? Então compartilhe na sua rede social!

Elaine Rezende

Tags : DPVAT

11 Comentários

  1. deveria ser mais claro nas informações , quais as documentações necessárias ? tem que ser autenticadas ? entregues os documentos nos postos autorizados . que postos são esses ?

  2. Oi sofri um acidente u homem de moto bateu em mim eu também estava pilotando e fui socorrida tive uma perfuração na cabeça pegou 7 pontos traumatismo leve e perfurei u pé nu tornozelo dei entrada nu Dpvt já faz 1 ano fui pra uma perícia mais como tava em acompanhamento ainda Du neurologista aí não falaram nada só quando tive alta aí tive alta levei a receita que estava de alta e até agora não mim falaram nada já faz 3 meses u que devo fazer?

  3. Bom dia ontem cai de moto devido um buraco na via sou outonomo e vou ter de fica 15 devido uma fratura no pé como faço para receber o dpvat

    1. Ola,reginaldo pode entrar com o seguro em casso de fratura .
      me add no zapp 995582625 quw te explico melhor

  4. Sofri um acidente em via pública dr bicicleta e quebrei a clavícula, no hospital foi preenchido um documento sobre acidente no trânsito. Pergunta eu tenho direito ao seguro Dpvat?

  5. Minha mãe foi a CULPADA, por um acidente, ela pagou todas as despesas médicas, remédio e ate os reparos do outro veículo. Nesse caso minha mãe tem o direito de ser reembolsada??? Ela tem A todos os comprovantes.

  6. Eu sofri um acidente com meu noivo eu estava de garupa gracas a deus nao tive fraturas mais machuquei
    muito a perna e as costas posso dar entrada…recebi im documento falandp tudo do acidente no hospital.

  7. Eu só não responde uma pergunta ali porque eu não entendi. Website. Eu não sei o que que é isso por isso que eu não respondo

  8. Eu tive um acidente faz uma semana um carro neutra Passou e bateu na minha moto só fui direto para o hospital Estou de cama e não posso andar direito tenho direito do seguro a minha moto estava em dia sou habilitada estava indo buscar meu marido no serviço não pude ficar internada porque tenho dois filhos mas tenho prova no hospital desde o dia do acidente tem como vocês me responder Preciso urgentemente desculpe o horário da mensagem não consigo dormir de tanta dor

Deixe seu Comentário