fechar

Deixe sua avaliação

Falsa promessa de CNH Social em Arapiraca dá prejuízo a mais de mil pessoas

O sonho de ter em mãos a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) tornou-se um pesadelo para, ao menos, mil candidatos que buscaram ajuda em um suposto convênio entre uma empresa estabelecida na cidade de Arapiraca e o Detran. Sob a promessa de uma oferta da “CNH Social com preço mais em conta”, a empresa JC Construindo Sonhos divulgava a existência deste convênio, o que lesou centenas de candidatos.

Na tarde de ontem (24), cerca de 100 vítimas foram até a Delegacia Regional de Arapiraca pedir ajuda da Polícia Civil para ter o dinheiro desembolsado de volta. Em depoimento à Polícia Civil, as vítimas relataram que pagavam entre R$ 500 a R$ 900 para ter acesso ao convênio em questão.

Fique atento para os Golpes da CNH Gratuita

De acordo com Flávia Silva, uma das vítimas que não conseguiu realizar o sonho de ter a CNH e foi até a Delegacia Regional de Arapiraca, ela pagou cerca de R$ 700 antes do carnaval deste ano para ter acesso ao convênio e, então, realizar os testes necessários para a carteira. Mas esse dia nunca chegou.

“Assim como outras pessoas, dei entrada antes do carnaval, mas sempre havia um problema relatado por eles que impossibilitava o início do curso. Greve da polícia, um problema e outro e nunca tinha início. Da última vez, eles relataram que o exame clínico seria realizado nesta quarta-feira, o que não deve acontecer”, expôs ela.


Nesta terça-feira, a sede da empresa amanheceu com as portas fechadas, com os funcionários relatando o desconhecimento do paradeiro do proprietário do estabelecimento que oferecia a ‘CNH Social’ com o preço abaixo do mercado. Além das 100 pessoas que estão à porta da delegacia, a Polícia Civil acredita que o número é superior, podendo ultrapassar as mil vítimas iniciais.

Em Arapiraca, o custo médio para ingressar na autoescola é de R$ 1, 6 mil. A empresa em questão ofertava o curso e as taxas do Detran pelo preço médio de até R$ 900, o que chamava atenção das vítimas pelo custo.

Em Alagoas, existe a lei criada pelo deputado estadual Tarcizio Freire para a vigência da CNH Social. O projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa de Alagoas nunca entrou em vigor pelo Detran, apesar de ter sido promulgado pela Casa de Tavares Bastos após o governador Renan Filho (MBD) vetar a matéria. O veto foi derrubado em votação no plenário da ALE.


[Gazeta de Alagoas Online]



Tags : CNH Social

Deixe seu Comentário

avatar